Categorias
conceito definição

O que é cultura?

O que é cultura?A expressão cultura parece ser um conceito fácil de definir. No entanto, se nos dedicarmos a dar uma olhada nos diversos contextos em que essa expressão pode ser usada, perceberemos que isso não é inteiramente verdade.

Todos nós temos uma conceituação talvez geral do que é cultura. Alguns a definiriam como um conjunto de tradições e princípios que uma determinada civilização possui, outros diriam que a cultura nada mais é do que um conjunto de traços que definem as crenças de um grupo de pessoas, seja pela herança cultural ou pela pesquisa.

A verdade é que existem muitos conceitos para este termo. Neste artigo, vamos explorar todas as definições que existem sobre cultura, entendendo que o contexto é o verdadeiro fator determinante no significado. As definições serão apresentadas de acordo com cada contexto.

Cultura é um termo que se refere a um conjunto amplo e diversificado de aspectos principalmente intangíveis da vida social. Segundo os sociólogos, a cultura consiste nos valores, crenças, sistemas de linguagem, comunicação e práticas que as pessoas compartilham em comum e que podem ser usadas para defini-las como coletivos.

A cultura também inclui os objetos materiais que são comuns a esse grupo ou sociedade. A cultura é distinta, mas conectada à estrutura social e aos aspectos econômicos da sociedade, tanto continuamente informando quanto sendo informado por eles.

cultura na sociologia

O que é cultura?,A cultura é um dos conceitos mais importantes dentro da sociologia porque os sociólogos reconhecem que ela desempenha um papel crucial em nossas vidas sociais.

É importante para moldar as relações sociais, manter e desafiar a ordem social, determinar como entendemos o mundo e nosso lugar nele e moldar nossas ações e experiências cotidianas na sociedade. É composto de coisas não-materiais e materiais.

Em suma, os sociólogos definem os aspectos não materiais da cultura como os valores e crenças, linguagem, comunicação e práticas compartilhadas por um grupo de pessoas. Expandindo para essas categorias, a cultura é composta de nosso conhecimento, senso comum, suposições e expectativas.

São também as regras, normas, leis e moral que regem a sociedade; as palavras que usamos, bem como a forma como as falamos e escrevemos (o que os sociólogos chamam de “fala”); e os símbolos que usamos para expressar significados, ideias e conceitos (como placas de trânsito e emojis, por exemplo).

A cultura também é o que fazemos e como nos comportamos e atuamos (por exemplo, teatro e dança). Informa e se resume em como andamos, sentamos, carregamos nosso corpo e interagimos com os outros, como nos comportamos de acordo com o lugar, tempo e “público”, e como expressamos identidades de raça, classe, gênero e sexualidade, entre outras. .

A cultura também inclui as práticas coletivas das quais participamos, como cerimônias religiosas, celebração de feriados seculares e participação em eventos esportivos.

A cultura material é composta das coisas que os humanos fazem e usam. Esse aspecto da cultura inclui uma grande variedade de coisas, desde edifícios, artefatos tecnológicos e roupas, até filmes, música, literatura e arte, entre outros.

Aspectos da cultura material são mais comumente chamados de produtos culturais.

Os sociólogos veem os dois lados da cultura, o material e o não material, como intimamente conectados. A cultura material emerge e é moldada pelos aspectos não materiais da cultura.

Em outras palavras, o que valorizamos, acreditamos e sabemos (e o que fazemos juntos na vida cotidiana) influencia as coisas que fazemos. Mas não é uma relação de mão única entre cultura material e não material.

A cultura material também pode influenciar aspectos não materiais da cultura. Por exemplo, um documentário poderoso (um aspecto da cultura material) pode mudar as atitudes e crenças das pessoas (ou seja, cultura não material).

É por isso que os produtos culturais tendem a seguir padrões. O que veio antes em termos de música, cinema, televisão e arte, por exemplo, influencia os valores, crenças e expectativas daqueles que interagem com eles, o que, por sua vez, influencia a criação de produtos culturais adicionais.

Por que a cultura é importante para os sociólogos

A cultura é importante para os sociólogos porque desempenha um papel importante e importante na produção da ordem social.

A ordem social refere-se à estabilidade da sociedade baseada no acordo coletivo de regras e normas que nos permitem cooperar, funcionar como sociedade e viver juntos (idealmente) em paz e harmonia. Para os sociólogos, há aspectos bons e ruins da ordem social.

Enraizados na teoria do sociólogo francês clássico Émile Durkheim, os aspectos materiais e não materiais da cultura são valiosos porque mantêm a sociedade unida.

Os valores, crenças, moral, comunicação e práticas que compartilhamos em comum nos fornecem um senso de propósito compartilhado e uma identidade coletiva valiosa. Durkheim revelou através de sua pesquisa que quando as pessoas se reúnem para participar de rituais, elas reafirmam a cultura que têm em comum e, ao fazê-lo, fortalecem os laços sociais que as unem.

Hoje, os sociólogos veem esse importante fenômeno social ocorrendo não apenas em rituais e celebrações religiosas como (alguns) casamentos e o festival indiano de Holi, mas também em festas seculares, como bailes de ensino médio e eventos esportivos televisionados de grande escala. exemplo, o Super Bowl e March Madness).

O famoso teórico social e ativista prussiano Karl Marx estabeleceu a abordagem crítica da cultura nas ciências sociais. Segundo Marx, é no âmbito da cultura não material que uma minoria pode manter um poder injusto sobre a maioria.

Ele raciocinou que a adesão a valores, normas e crenças convencionais mantém as pessoas presas em sistemas sociais desiguais que não funcionam em seus melhores interesses, mas beneficiam a minoria poderosa.

Os sociólogos hoje veem a teoria de Marx em ação da mesma forma que a maioria das pessoas nas sociedades capitalistas acredita que o sucesso vem do trabalho duro e dedicação, e que qualquer um pode viver uma vida boa se fizer essas coisas, apesar da realidade de que um trabalho que paga a vida salarial está ficando mais difícil de encontrar.

Ambos os teóricos estavam certos sobre o papel que a cultura desempenha na sociedade, mas nenhum deles estava exclusivamente correto.

A cultura pode ser uma força de opressão e dominação, mas também pode ser uma força de criatividade, resistência e libertação. É também um aspecto profundamente importante da vida social humana e da organização social. Sem ela, não teríamos relacionamentos e nem sociedade.

O que é cultura geral?

A cultura geral é todo aquele conhecimento que uma pessoa domina em torno de um universo de tópicos, que lhe permitirá fazer juízos de valor sobre uma determinada situação ou ideia.

Esse conhecimento pode ser adquirido por meio de estudos normativos (matemática, geografia, história mundial, linguagem etc.) ou por meio de sua própria pesquisa.

Apesar de ser um conhecimento de domínio geral, ou seja, um conhecimento que todos podem acessar, nem todas as pessoas possuem o mesmo nível de cultura geral.

Da mesma forma, esse conhecimento não é utilizado para fins práticos, mas sim para fins informativos, mais especificamente, para opinar sobre diversos temas específicos. Em suma, um amplo nível de conhecimento geral permitirá que uma pessoa apresente suas ideias sob critérios sólidos, baseados em fatos reais e com informações concretas.

O que é cultura popular?

A cultura popular refere-se a todas as tradições, manifestações artísticas e atos folclóricos característicos de uma cidade ou região, respectivamente. Todo esse conhecimento e crenças são geralmente proclamados pelas classes populares, ou seja, pessoas das classes média e baixa, anteriormente conhecidas como plebe.

O conhecimento da cultura popular é um dos aspectos mais distintivos de uma sociedade, pois nelas se expressam suas crenças e tradições de raiz. As expressões musicais são um dos melhores exemplos da cultura popular, sendo um dos símbolos mais importantes na explicação das origens e costumes de uma sociedade.

Todas as sociedades têm cultura popular. No entanto, a avaliação de todo esse corpo de conhecimento será determinada, principalmente, pelo seu nível de desenvolvimento e suas raízes culturais.

De fato, é muito comum que a tradição popular tenha maior concentração nas áreas mais rurais de uma região.

o que é cultura popular
  • Save
o que é cultura popular

O que é a cultura organizacional?

A cultura organizacional é aquele corpo de valores e normas aplicados em uma empresa, com o objetivo de reforçar princípios que permitem o desempenho correto e eficiente das tarefas.

Essa cultura é aplicada de forma a moldar todos os integrantes de uma empresa a um modelo específico de realização de suas operações. Todos os valores que compõem a cultura organizacional são definidos em uma empresa e, em seguida, são instruídos aos colaboradores.

Desta forma, cada empresa define a sua própria cultura organizacional, que dependerá especificamente dos seus métodos de trabalho, dos seus produtos, dos seus objetivos e da sua visão. A psicologia organizacional estuda o conceito de cultura organizacional, e ainda forma profissionais da área chamados psicólogos organizacionais.

Sua tarefa é orientar todo o pessoal empregado para uma cultura organizacional assertiva, onde todas as metas e objetivos possam ser alcançados em tempo hábil.

O que é cultura para crianças?

A cultura para as crianças constitui todos aqueles princípios que, como parte de uma sociedade, elas devem adquirir à medida que se desenvolvem no espaço escolar.

Isso, para que tenham os princípios necessários para atuar nas áreas que desejam no futuro, oferecendo formação de qualidade, partindo dos princípios mais importantes.

Essa cultura baseia-se na ideia de que todas as pessoas devem se inserir na sociedade por meio do domínio de um conjunto de conhecimentos. Este conjunto permitirá que você entenda seu ambiente e, mais ainda, faça parte dele.

A cultura para crianças é o elo pelo qual todos os bebês devem passar para obter todas as ferramentas necessárias, especificamente, aquele conhecimento com o qual poderão ingressar em campos de estudos superiores e, posteriormente, fazer parte de uma guilda.

O que é cultura pop?

Ao contrário dos conceitos anteriores, o de cultura pop não é, por exemplo, tão concreto quanto no caso de organização. A primeira coisa que devemos fazer é resgatar o conceito de cultura popular, mas neste caso, com uma visão muito mais ampla em termos de seu alcance.

Em outras palavras, a cultura pop é todas as tendências, tradições e símbolos que fazem parte de uma era passada ou atual. Como exemplo, a cultura dos “anos 80” poderia ser definida como uma cultura pop, onde poderíamos observar uma tradição no vestuário, na expressão verbal, nos gostos musicais, etc.

Dessa forma, a cultura pop é composta por todos os elementos do tipo social que se destacam em determinada geração ou época atual.

A cultura pop foi reforçada nos últimos anos após a aquisição da mídia e o acesso facilitado à informação. O resultado, uma maior inserção da população às tendências da cultura pop.

Se observarmos, vivemos em uma cultura pop, onde se observam diferentes tradições em torno de identidade e costumes.

O que é a cultura da paz?

A cultura da paz é um conjunto de valores que enfatiza a rejeição contundente de comportamentos ou atitudes violentas.

Essa cultura foi definida pela ONU em 1999, com o objetivo de valorizar a negociação e o diálogo como os mecanismos mais adequados para a solução de problemas.

A cultura da paz é também um estilo de vida, onde são promovidos todos os comportamentos que promovem uma atitude pacífica.

As pessoas têm o compromisso de concordar em paz, desfazendo todas aquelas formas, físicas ou verbais, que suponham um ato violento e, portanto, danoso.

O objetivo da cultura de paz é erradicar todo comportamento violento da sociedade mundial, valorizando a paz como único recurso e alternativa para a qual direcionar soluções diante dos mais complexos problemas sociais.

O que é cultura cívica?

Certamente já ouvimos a expressão “deveres” logo antes ou depois da expressão “direitos”. Normalmente, uma pessoa é digna de seus direitos na medida em que corresponde aos seus deveres.

A cultura cidadã tem uma participação importante nessa ordem. Nesse sentido, a cultura cidadã constitui todas as ações, costumes e tradições que um grupo de cidadãos, como parte de um determinado país, deve cumprir de acordo com os regulamentos.

Todas essas características fazem parte dos valores que um cidadão deve preservar para usufruir da convivência e harmonia entre um grupo de pessoas.

A aplicação de uma cultura cidadã correta garantirá ações tanto em nível privado quanto público que possibilitem qualidade de vida, bem como o respeito conjunto a normas que facilitem a celebração de diferentes processos como, por exemplo, o direito ao voto.

¿Qué es la cultura empresarial?

La cultura empresarial é uma série de valores, afirmações, tradições y pensamientos que el cuerpo de empleados de una empresa practica. A diferença da cultura organizacional, o empresarial é orientado a moldar a maneira que os empregados têm vida na empresa, é decidir, a maneira que se comunica, que se vê e realiza seu trabalho.

Lembremos que a cultura organizacional visa melhorar a dinâmica do trabalho para que a empresa possa atingir efetivamente todos os seus objetivos de trabalho.

Enquanto isso, a cultura da empresa concentra-se nos hábitos que uma determinada empresa caracterizou em todos os seus funcionários.

No corpo da cultura corporativa, estão as formas de atendimento ao cliente, a forma como a empresa transmite sua imagem de seus colaboradores e o tratamento de seus parceiros.

A cultura empresarial fala do comportamento de uma empresa, enquanto a cultura organizacional, da forma como uma equipe de trabalho se apropria das ferramentas necessárias para seus objetivos.

O que é cultura ambiental?

A cultura ambiental também é um conjunto de costumes que visam conservar o meio ambiente. Mais especificamente, a cultura ambiental é a forma como os humanos criam uma relação com o meio ambiente.

Nesse caso, o objetivo é gerar uma troca benéfica para o ecossistema e, nesse sentido, para a vida humana. Para tal, são incentivadas na cultura ambiental atitudes de melhoria e conservação constantes dos espaços verdes.

Posteriormente, caracterizam-se ações em que uma ou mais pessoas realizam esforços diferenciados para promover o cuidado com o meio ambiente, não apenas naqueles que pertencem a essa cultura, mas também no cidadão comum.

Certamente, todos nós temos um certo nível de cultura ambiental, embora não a conceituamos dessa maneira. Nesse sentido, inclui uma série de práticas que, em conjunto, promovem o cuidado com o meio ambiente.

A primeira, para promover a conscientização do espaço em que vivemos, a segunda, para criar hábitos positivos para o meio ambiente a partir do dia a dia. Também é possível encontrar campanhas de alerta e educação sobre a importância de cuidar do meio ambiente.

O que é a cultura da legalidade?

A cultura da legalidade é aquele conhecimento que os cidadãos de um país dominam em face do estado de direito. Em outras palavras, é o pleno conhecimento de uma pessoa de todos os direitos e deveres que ela possui como parte de uma nação.

A cultura da legalidade está comprometida com o pleno respeito às leis de um país, apelando ao cumprimento das mesmas. Naturalmente, isso supõe um desrespeito à violação de normas legais.

Os cidadãos de um país conhecem, respeitam e promulgam as leis de sua constituição, referindo-se aos instrumentos ou instituições normativas necessárias em determinada situação.

Assim, a cultura da legalidade é definida como o respeito, aplicação e reconhecimento das leis de uma sociedade por seus membros.

O que é cultura política?

Os cidadãos de um país possuem diferentes conhecimentos e critérios sobre o cenário político de sua população. Eles trocam ideias e fazem diferentes julgamentos de valor, tentando encontrar as soluções mais eficazes para as necessidades de sua nação.

Esse conjunto de critérios e conhecimentos é o que se chama cultura política. A cultura política é uma prática que todos os cidadãos praticam em algum momento de suas vidas, onde colocam seus critérios à prova na análise dos acontecimentos políticos em seu país.

A massificação da informação reforçou significativamente esse pilar na sociedade, razão pela qual muitas pessoas hoje têm uma cultura política significativa.

O que é cultura física?

A cultura física é todo aquele conhecimento prático e teórico que uma sociedade possui sobre diferentes práticas esportivas ou atividades físicas.

Isto, com o objetivo de garantir o seu bem-estar, para além da sua saúde fisiológica, da relação entre a sua mente e o seu corpo respetivamente. A cultura física corresponde ao nível de maestria e prática que uma pessoa realiza diante de um determinado esporte ou atividade física.

Seus objetivos podem variar, pois serão definidos pelo grau de envolvimento da pessoa. Por exemplo, os atletas profissionais têm um alto nível de cultura física, enquanto os amadores não podem se equiparar a isso.

Um conceito com múltiplas semânticas Como podemos ver, cultura é um conceito que possui diferentes significados.

Cada um, dependendo do contexto, que será especificado de acordo com a palavra após cultura, onde podemos entender do que se trata, ou seja, de que tipo de cultura poderíamos estar falando.

Leia também:O que é ontologia?; O que é filosofia?

Share via
Copy link
Powered by Social Snap